Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

ptenfrites
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Inspire: parceria já produziu mais de 500 respiradores

Ventiladores pulmonares foram doados a instituições de saúde em diversas partes do país 

  • Publicado: Segunda, 10 de Maio de 2021, 18h27
  • Última atualização em Quinta, 20 de Maio de 2021, 15h46

O respirador Inspire, ventilador pulmonar de baixo custo produzido por meio de uma parceria entre a USP, o IFSP e a Marinha, tem ajudado a salvar a vida de milhares de brasileiros. De acordo com o professor do IFSP Sérgio Shimura, um dos responsáveis pela produção do equipamento, já foram doados cerca de 460 respiradores, os quais seguiram para instituições de saúde em diversos estados e municípios do país (Manaus, Parintins, Natal, Porto Alegre, Londrina, Chapecó, Concórdia, Tangará...), mas segundo o professor, a maioria dos ventiladores ficou em hospitais do estado de São Paulo. 

Professor Sérgio Shimura (agachado à  direita) e Professor Raul González (Poli-USP) com integrantes da equipe de produção do Inspire na manufatura do CETEMSP (USP)

 

Shimura contou que já foram produzidos, até o dia 5 de maio, 500 respiradores. O número representa a metade da meta prevista, que é de mil unidades produzidas. O professor do IFSP é o responsável pela produção do Inspire no CETEMSP (Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo). “Eu assino e faço a liberação dos procedimentos operacionais e a intermediação entre a engenharia de produto na USP com a engenharia de produção na MarinhaAtualmente a Marinha trabalha com 3 turnos, produzindo 75 unidades por semana”, relata. 

Além de colaborar com a produção dos respiradores, Sérgio Shimura tem ministrado treinamentos sobre a operação do Inspire para profissionais de saúde, como fisioterapeutas, médicos, enfermeiros e o pessoal de manutenção (engenharia clínica), em diversos municípios do estado de São Paulo. “São treinamentos para a operação correta do equipamento. Dou detalhes técnicos, histórico do projeto, como foi a definição de requisitos, objetivos e o que esperar das próximas versões do ventilador. Além disso, os alunos fazem a montagem básica, parametrização e verificam o seu funcionamento em diferentes modos de operação”, contou 

Treinamento de equipe do Hospital Santa Lucinda em Sorocaba

 

O professor do IFSP afirmou que a aceitação do Inspire tem sido muito boa e que tem recebido vários pedidos de respiradores e de treinamento para o uso do equipamento por parte de pessoas (responsáveis por instituições e secretarias de saúde) que conheceram o projeto por meio dos canais de divulgação do IFSP e da USPO feedback tem sido bastante positivo. Um deles é de que, embora o Inspire seja um ventilador emergencial, cujo uso é indicado apenas na ausência dos ventiladores convencionais, os fisioterapeutas têm dado preferência ao Inspire pela facilidade de uso”, destaca Shimura. 

Sérgio ressalta que os aportes de doações para o projeto têm sido bastante significativos. Segundo ele, várias instituições têm participado tanto por meio de doação de recursos financeiros como na forma de doação de serviços. “Sempre gosto de reforçar que todos aqueles que trabalham no projeto Inspire são voluntários. Trabalham pelo projeto e pela sua importância no combate à pandemia”, conta o professor, que também trabalha voluntariamente, inclusive usando recursos próprios para algumas viagens que tem feito para ministrar treinamentos.  

Basta conversar um pouco com Sérgio Shimura para perceber o quanto ele abraçou essa tarefa com amor e se orgulha dela, por saber que tem contribuído para salvar vidas em um dos momentos mais difíceis da história do país. Ele conta que perdeu a mãe no mês de março deste ano, falecida em decorrência da Covid-19, e diz que ao visitar os hospitais neste período mais grave da pandemia, tanto por causa da internação da mãe quanto devido aos treinamentos que ministrou, viu de perto a situação grave que estamos enfrentando. “Vi muitas pessoas procurando atendimento e histórias muito tristes de falta de recursos de toda a sorte, não só de ventiladores pulmonares”, lamentou. 

parceira entre o IFSP e a USP para a produção do Inspire teve um recente e importante desdobramento. Na última quarta-feira, 5 de maio, foi publicado no Diário Oficial da União um Acordo de Cooperação Técnico Educativa entre as duas instituições. O Acordo de Parceria para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação tem vigência de 60 meses.   

De acordo com o professor Sérgio Shimura, que participa do plano de trabalho atrelado a esse acordo, trata-se da proposta de uso da plataforma Labrador e Pulgaque pode ser utilizada nas áreas de ensino, pesquisa e extensãoNos próximos dias, será realizada uma reunião com representantes da USP e do IFSP para discutir os pontos principais do plano de trabalho e a viabilidade técnica e financeira do projeto. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página