Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

ptenfrites
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP reúne reitores em visita do MEC e da Setec 

Autoridades se impressionaram com projetos desenvolvidos no IFSP 

  • Publicado: Segunda, 10 de Maio de 2021, 13h23
  • Última atualização em Quinta, 13 de Maio de 2021, 13h25

A convite do reitor Silmário Batista dos Santos, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o secretário da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Wandemberg Venceslau Rosendo dos Santos, visitaram na última sexta-feira, 7 de maio, a reitoria e o Câmpus São Paulo do IFSP, onde conheceram projetos desenvolvidos por docentes do IFSP. Ao lado dos reitores da UFABC, UFSCar e Unifesp, Silmário apresentou as necessidades e os anseios das instituições da Rede Federal de Ensino.   

Da esquerda para direita: Wandemberg Venceslau Rosendo Dos Santos (secretário da Setec), Ana Beatriz de Oliveira (reitora da USFCar), Milton Ribeiro (ministro da Educação), Silmário Batista dos Santos (reitor do IFSP), Dácio Matheus (reitor da UFABC) e Nelson Sass (reitor da Unifesp)

 

O objetivo do convite de Silmário foi apresentar a realidade das instalações da reitoria e do Câmpus São Paulo, além de mostrar projetos em desenvolvimento na Instituição. O reitor reforçou a necessidade de uma sede própria da reitoria do IFSP, que funciona dentro do Câmpus São Paulo, e lembrou que já havia recebido a promessa do Governo Federal, de administrações anteriores, de cessão de um espaço para o funcionamento das atividades administrativas da Instituição.   

Na reitoria, os reitores do IFSP, da Universidade Federal do ABC (UFABC), Dácio Matheus, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Ana Beatriz de Oliveira, e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Nelson Sass, apresentaram suas principais necessidades e anseios em relação ao futuro da educação no País. O ministro Milton Ribeiro se comprometeu, junto aos reitores, em buscar soluções para viabilizar os recursos necessários para o desenvolvimento das atividades das instituições.   

Autoridades conhecem projeto de alunos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil vencedor do Concurso Ousadia do Ibracon

 

Milton Ribeiro e o secretário Wandemberg Venceslau também conversaram com os pró-reitores de Ensino (Carlos Procópio), de Pesquisa e Pós-graduação (Adalton Ozaki), de Extensão (Gabriela Arduíno) e de Administração (José Roberto da Silva).   

A convite do diretor-geral do Câmpus São Paulo, Alberto Shiga, as autoridades conheceram projetos desenvolvidos por docentes na unidade. No Projeto Ático — Assessoria Técnica de Interesse a Comunidades Organizadas, coordenado pelo docente Alexandre Kenchian, os alunos bolsistas oferecem assessoria técnica a entidades, fundações, associações e organizações não governamentais, de modo a divulgar a importância do ambiente construído e a sua influência no bem-estar e na qualidade de vida. O ministro mostrou-se impressionado com o projeto de um portal para a cidade de Bonito (MS), desenvolvido pelos alunos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil. O projeto foi vencedor do Concurso Ousadia do Ibracon, em 2015.    

O Grupo de Pesquisa em Bioengenharia e Biomateriais, coordenado pelo professor Tarcísio Leão, reúne pesquisadores do Câmpus São Paulo do IFSP e de outras instituições com o objetivo de desenvolver e transferir tecnologia na área da Saúde, gerar e difundir conhecimentos científicos e tecnológicos que contribuam para a melhoria da qualidade de vida dos seres humanos e do avanço da ciência em todo o país. Um dos destaques do grupo é o projeto de dispositivo de assistência ventricular, conhecido como coração artificial. O grupo participa de um projeto temático financiado pela Fapesp, sob liderança da USP e do instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, que se apresenta na etapa final de ensaios em bancada para seguir para o teste in vivo em animais.   

Secretário e reitor degustam inseto oferecido pelo coordenador do Projeto Sustentare  

 

O ministro e o secretário conheceram ainda o Projeto Sustentare, coordenado por Rodrigo Delphino, com propósito de criar conscientização ambiental, empreendedorismo social, desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias com o viés de sustentabilidade, incluindo o aproveitamento de alimentos normalmente descartados na culinária. Entre as pesquisas atuais, está o uso de larvas e insetos na alimentação. O secretário Wandemberg provou um inseto oferecido pelo professor Rodrigo.   

Por fim, foram apresentados às autoridades os projetos de eficiência energética desenvolvidos no IFSP. Os Câmpus São Paulo e Boituva desenvolveram, por meio de um edital da Aneel, projetos que visam a uma mudança de cultura para o uso racional e eficiente da energia elétrica no câmpus universitário e alcançaram até 70% de economia no consumo de energia elétrica. As ações foram apresentadas pelos coordenadores das iniciativas Cíntia Gonçalves (São Paulo) e Felipe Almeida (Boituva). Os câmpus foram equipados com usinas de minigeração de energia e receberam novas lâmpadas e condicionadores de ar mais eficientes, além de estrutura laboratorial com equipamentos para os cursos técnicos e de especialização oferecidos na área. O diretor-geral do Câmpus Guarulhos, Ricardo Agostinho de Rezende Júnior, também falou sobre o curso técnico de Instalador de Sistemas Fotovoltaicos ofertado na unidade.   

Milton Ribeiro admirou-se com a economia gerada e, principalmente, com o investimento desse montante em pesquisa, ensino e extensão voltados para a própria ampliação das tecnologias que permitem a produção de energia sustentável nos demais câmpus do IFSP.   

Ao final da visita, o ministro enfatizou a importância de conhecer mais sobre a produção do IFSP em termos de ensino, pesquisa e extensão e se disse surpreso com a grandiosidade da Instituição. “O Brasil não conhece a força acadêmica das suas escolas federais. Uma das razões de eu estar aqui é mostrar ao Brasil a importância, a qualidade e a profundidade dessas pesquisas, as quais não ficam apenas no mundo abstrato: elas conversam e respondem a perguntas da sociedade, com soluções, mecanismos, pautas; enfim, a sociedade pergunta e a ciência responde”, declarou. 

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Wandemberg Venceslau Rosendo Dos Santos, garantiu que conhece os desafios enfrentados pelo IFSP para oferecer um ensino de qualidade. “Por isso a secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, de forma muito alinhada e direta, vai trabalhar próximo à reitoria, a fim de viabilizar as ações que elevem a qualidade do ensino e a produtividade da economia do nosso país.”  Wandemberg apoiou a finalização das obras realizadas pelo IFSP, entre elas o teatro do Câmpus São Paulo, apresentado pelo reitor Silmário e pelo diretor Shiga 

Milton, Wandemberg, Sillmário e Shiga (da esquerda para a direita) percorrem as instalações do Câmpus São Paulo
registrado em:
Fim do conteúdo da página