Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > IFSP coordena primeiro centro para tecnologia cervejeira do estado
Início do conteúdo da página

IFSP coordena primeiro centro para tecnologia cervejeira do estado

Projeto aprovado em edital do governo do estado irá beneficiar diretamente a região de Ribeirão Preto 

  • Publicado: Segunda, 13 de Setembro de 2021, 14h46
  • Última atualização em Segunda, 13 de Setembro de 2021, 16h07

 

O Câmpus Sertãozinho do IFSP teve um projeto de fortalecimento do Arranjo Produtivo Local (APL) das cervejarias artesanais da região de Ribeirão Preto aprovado por um edital da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo. O projeto receberá recurso de R$ 490 mil e será desenvolvido em parceria com outras instituições.  

Neste segundo semestre de 2021, o câmpus passou a ofertar o curso Técnico em Cervejaria (saiba mais abaixo). No entanto, o envolvimento com o APL começou muito antes. Um dos resultados desse engajamento é o projeto intitulado “Apoio ao desenvolvimento do Centro Multidisciplinar de Tecnologia Cervejeira do IFSP Sertãozinho com foco no fortalecimento do Arranjo Produtivo Local das Cervejas Artesanais da Região de Ribeirão Preto”. 

O projeto é coordenado pelo IFSP e realizado em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP), que representa o APL das cervejas junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de SP. Também participam da ação o Polo Cervejeiro da Região de Ribeirão Preto, a Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto e o Sebrae São Paulo. 

A ação contribuirá para o aumento da segurança e qualidade dos produtos e para a melhoria da produtividade dos processos; também irá ampliar a qualificação profissional e fomentar a pesquisa e inovação voltada ao sistema cervejeiro. De acordo com Jean Carlos Rodrigues da Silva, professor do Câmpus Sertãozinho, “todas essas ações, coletivamente, repercutem diretamente no aumento da competitividade dos empreendedores locais, no fortalecimento da cadeia produtiva direta e associada e no fortalecimento da economia regional”. 

Com duração de dois anos, o projeto beneficia diretamente as cervejarias do APL de Cervejas da Região de Ribeirão Preto. Entretanto, aponta Jean, os benefícios se estendem a todo o setor, uma vez que será o único centro destinado à tecnologia cervejeira no estado de São Paulo. “São Paulo é o estado com maior número de cervejarias no Brasil, e temos mais dois APLs de Cerveja reconhecidos (região de Sorocaba e região de Campinas) que também apoiam o projeto. Indiretamente, toda a cadeia pode se beneficiar, visto que o projeto envolve qualificação de pessoas e incentivo à inovação de produtos e processos”, avalia. 

No Câmpus Sertãozinho do IFSP, o curso Técnico em Cervejaria também será diretamente favorecido, uma vez que o edital prevê a aquisição de equipamentos específicos para análises de cervejas. “Os alunos poderão aprender com o que há de mais moderno em análise de qualidade no setor”, comemora. 

Por fim, Jean analisa os ganhos para o IFSP e a sociedade, como um todo: “Os alunos têm a possibilidade de receberem formação de qualidade, estarem inseridos no mundo do trabalho e em um ecossistema de inovação; e o setor produtivo se beneficia com o apoio especializado na prestação de serviços e desenvolvimento de tecnologias, gerando competitividade aos empreendedores locais e fortalecendo o desenvolvimento regional, que é uma das finalidades dos Institutos Federais”, encerra. 

Técnico em Cervejaria 

O curso Técnico em Cervejaria é ofertado no Câmpus Sertãozinho na modalidade subsequente ao ensino médio, ou seja, para aqueles que já concluíram o ensino médio. Os candidatos ao curso devem ter 18 anos ou mais. 

Com duração de um ano e meio e ofertado no período noturno, o curso tem como objetivo formar profissionais técnicos qualificados, com sólida base científica e tecnológica, habilitados para atuar em cervejarias, podendo executar, coordenar ou supervisionar todas as etapas do processo de produção cervejeira, assim como atuar em outros setores da cadeia produtiva, tais como equipamentos e insumos, bem como permitir uma visão apurada do mercado e negócio cervejeiro. 

Saiba mais sobre o curso aqui. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página