Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Professor do Câmpus Piracicaba é contemplado com prêmio internacional
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Professor do Câmpus Piracicaba é contemplado com prêmio internacional

  • Publicado: Segunda, 02 de Outubro de 2017, 19h04
  • Última atualização em Sexta, 20 de Outubro de 2017, 08h53

O professor do Câmpus Piracicaba Huyra Estevão de Araújo foi contemplado com a bolsa Fulbright Junior Visiting Award, um programa que premia jovens docentes, recém-contratados por universidades diversas, que possuam perfil de liderança com projetos de pesquisa que sejam relevantes tanto para o Brasil quanto para os Estados Unidos.

Ele foi um dos oito premiados no país, e único professor do estado de São Paulo. Contente com a premiação, Huyra revela, “fiquei extremamente surpreso quando recebi o e-mail da Fulbright informando que eu havia sido selecionado. Ser premiado como professor visitante pela Fulbright mostra uma avaliação positiva da comunidade internacional do trabalho que desenvolvo no IFSP como professor, pesquisador, da linha de pesquisa e das parcerias realizadas”.

A Fulbright Junior Visiting Award possibilitará ao professor o intercâmbio com um centro de pesquisa renomado, o Solid Oxide Fuel Cell Center at University of South Carolina, e também um maior contato com pesquisadores e outras instituições de ensino e pesquisa. “Quando menciono que sou bolsista Fulbright percebo o peso e credibilidade do prêmio”, relata.

O docente pesquisa o desenvolvimento de materiais cerâmicos para fontes renováveis, mais especificamente eletrólitos sólidos para Células a Combustível. A premiação possibilita ao professor revelar ao meio acadêmico internacional o trabalho de pesquisa desenvolvido no IFSP, com uma credibilidade maior do que aquela que é associada à rede federal dos IFs. “Certamente este é um indicador das potencialidades do IFSP como instituição de pesquisa e como catalisador de parcerias científicas”, conta o professor.

Ele acredita que a localização do Câmpus Piracicaba é extremamente favorável para essas parcerias, em função do volume de empresas, centros de pesquisa e instituições de ensino superior com forte atuação na pesquisa.

O desenvolvimento desse tipo de tecnologia é alvo de pesquisa de inúmeros grupos de trabalho em diversos países por ser uma alternativa de fonte de energia renovável. A utilização de materiais cerâmicos no dispositivo permite alto rendimento e utilização para aplicações estacionárias como suprimento de energia elétrica para empresas ou conjuntos residenciais. Segundo o pesquisador, o ponto crítico para a implementação da tecnologia é seu alto custo, em função da alta temperatura de operação. A redução dessa temperatura depende exatamente do desenvolvimento de eletrólitos sólidos cerâmicos, tema dos estudos do professor.

O projeto

O projeto de pesquisa contemplado é para o desenvolvimento de materiais cerâmicos para fontes renováveis, mais especificamente eletrólitos sólidos para Células a Combustível. Por meio da parceria com o SOFC (Solid Oxide Fuel Cell Center), na University of South Carolina. A proposta é o desenvolvimento e aprimoramento desses materiais, inclusive para que viabilizem o funcionamento das células a combustível com etanol. Atualmente o SOFC Center é um dos centros de referência nos EUA dessa tecnologia, e conta com inúmeras parcerias com empresas de setores de Pesquisa e Desenvolvimento. Essa experiência pode ajudar a desenvolver modelos de cooperação entre o IFSP e empresas interessadas.

O projeto de pesquisa desenvolvido no IFSP integra um projeto maior que é realizado também no Laboratório de Participação e Caracterização Elétrica de Cerâmicas –LAPCEC, da Universidade Federal de São Carlos, e no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais – CNPEM. No instituto a equipe de pesquisa liderada pelo professor Huyra conta com cinco alunos de iniciação científica.

A atuação junto à Universty of South Carolina (SOFC Center) ocorrerá em dois períodos de dois meses cada, entre 2017 e 2018, nos quais serão executados experimentos e análises complementares ao trabalho realizado aqui.

O trabalho em Columbia será realizado em pareceria com o professor Frank Chen, incluindo a perspectiva de publicações em artigos e participação em conferências além da participação como professor visitante nas disciplinas da universidade. “A expectativa é de um crescimento imensurável como professor, pesquisador e outras atribuições que fazem parte do meu trabalho dentro do IFSP”, avalia o docente.

Sergio Augusto Natali Amaral, estudante do Câmpus Piracicaba, é um dos integrantes da equipe de iniciação científica. Desde janeiro de 2016, ele e outros quatro alunos desenvolvem pesquisas na área de processamento cerâmico. “Nossa atuação integra um projeto maior que investiga materiais que possam ser usados na otimização de células a combustível, trabalhamos em pesquisas com foco no processo de sinterização”, explica Sérgio.

A experiência com a pesquisa científica trouxe um grande amadurecimento ao estudante. “Com a orientação de um professor experiente ensinando as técnicas de pesquisa, foi notável a evolução das habilidades de escrita e divulgação cientifica”, diz o jovem pesquisador.

Através de parcerias, o projeto possibilitou que os estudantes de Iniciação Científica tivessem contato com laboratórios e centros de pesquisas importantes como o LAPCEC, da Universidade Federal de São Carlos, e o CNPEM.

Fulbright Junior Faculty Member Award

A Fulbright é o programa do Governo dos Estados Unidos, criado em 1946, responsável por premiar e financiar pesquisas no mundo inteiro que possam ser realizadas em colaboração com governo norte-americano em diversos setores da sociedade. Entre os ex-participantes da Fulbright estão vencedores de prêmios Nobel e Pulitzer, chefes de estado, pesquisadores e professores.

O Brasil conta com alguns programas da Fulbright e, entre eles, o Fulbright Junior Faculty Member Award. Ao longo de 60 anos, a Fulbright já premiou mais de 3.500 alunos, professores e pesquisadores, incluindo membros notáveis como Marcelo Tas e Antonio Abujamra.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página