Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Danças Brasileiras é tema de oficina online gratuita

O projeto é resultado da parceria entre a docente do Câmpus Campinas Mariana Floriano e o Teatro Flávio Império

  • Publicado: Sexta, 22 de Maio de 2020, 20h21
  • Última atualização em Segunda, 25 de Maio de 2020, 10h21

O Teatro Flávio Império, situado na zona leste em São Paulo, em parceria com a docente do Câmpus Campinas Mariana Floriano, está realizando encontros virtuais gratuitos para os interessados em conhecer danças brasileiras. A oficina é indicada a iniciantes da dança.

A oficina de Danças Brasileiras - em casa vem da proposta de reformular a atividade presencial que aconteceria no teatro neste primeiro semestre. Diante da pandemia causada pelo Covid-19 e da situação de isolamento social, o curso é oferecido de maneira virtual.

A atividade está prevista para acontecer em seis encontros complementares entre si. As aulas acontecerão ao vivo, mas também serão disponibilizadas suas gravações para atualizar aqueles que perderam as primeiras aulas. A professora ressalta que “o projeto não é para aprender passos das manifestações populares, mas uma forma de se exercitar e se conectar com o corpo pautada nos fundamentos, elementos e simbologias dessas manifestações”, explica.

A oficina acontece das 10h às 11h, às segundas e sextas-feiras, entre os dias 18 de maio e 5 de junho. Para acessar as aulas, acompanhe as chamadas na página do Facebook do Teatro Flávio Império (@teatroflavioimperio).

A professora Mariana se utiliza de aspectos da técnica de dança do Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI), um método de pesquisa e criação em artes da cena, fundado por Graziela Rodrigues, docente titular da Universidade Estadual de Campinas. O método é objeto de estudo da educadora há dez anos. “Foi minha principal referência na graduação, mestrado e doutorado, todos cursados na Unicamp.”

O método também tem fundamentado o atual trabalho de pesquisa da docente no IFSP, utilizando-o nas orientações de iniciação científica e no curso de aprimoramento interno que se iniciará na retomada das atividades do Câmpus Campinas.

Sobre o Bailarino-Pesquisador-Intérprete

O Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI), é um método complexo e integrativo, mas alguns aspectos dele podem ser desenvolvidos separados. E é essa a proposta da oficina, que irá abordar, principalmente, com a técnica de dança, que é uma ferramenta que possibilita a construção e a organização de um corpo dançante em uma estrutura e uma anatomia carregada de simbologias e desdobramentos corporais da cultura popular brasileira. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página