Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP adquire sistemas fotovoltaicos para 32 câmpus

Instituto terá uma economia de 20% com energia.

  • Publicado: Quarta, 15 de Janeiro de 2020, 15h32
  • Última atualização em Quarta, 15 de Janeiro de 2020, 16h01

 O pró-reitor de Administração do IFSP, Silmário Batista dos Santos, assinou nesta terça-feira (14), as notas de empenho para a aquisição de sistemas fotovoltaicos para 32 dos 36 câmpus do Instituto. Alguns desses câmpus já possuíam usinas solares fotovoltaicas e agora passarão a gerar ainda mais energia limpa. Os outros, que ainda não possuíam, terão uma economia significativa com a conta de luz. A expectativa é que em breve todas as unidades do IFSP sejam contempladas.

De acordo com Silmário, a estimativa é que os gastos com energia sejam reduzidos em de 20%. O Investimento total para a aquisição dos sistemas será de R$ 3.743.235,20. Os recursos foram obtidos por meio de emendas parlamentares e junto ao Ministério da Educação.

Os contratos com as empresas fornecedoras ainda serão emitidos, mas o pró-reitor acredita que os sistemas sejam instalados ainda no primeiro semestre deste ano.

 

Eficiência energética no IFSP

Os câmpus Presidente Epitácio, São Paulo, Boituva e São Roque já possuem sistemas fotovoltaicos. Presidente Epitácio foi uma das primeiras unidades do IFSP a inaugurar obras de eficiência energética. Esse câmpus foi contemplado em chamadas públicas de projetos de eficiência energética 001/2016 e 002/2017, da ENERGISA Sul-Sudeste Distribuidora de Energia. Por meio dos projetos o câmpus promoveu desde a troca de lâmpadas até a instalação de uma garagem e uma usina fotovoltaica. De maio de 2017 até o final do ano passado o Câmpus Presidente Epitácio economizou mais de 130 mil reais com energia.

Em Boituva a aquisição do novo sistema fotovoltaico fará o câmpus se aproximar da autossuficiência na produção de energia. O Câmpus Boituva  já tem uma usina fotovoltaica em funcionamento, instalada com recursos da CPFL Energia, por meio de projeto contemplado na chamada 001/2016 da ANEEL e conseguiu uma redução de 70% na conta de luz. Além da usina fotovoltaica, as ações de eficiência energética abrangeram a substituição de iluminação e condicionadores de ar por equipamentos mais eficientes

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página