Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Aluno > Últimas notícias > Alunas do IFSP são vencedoras do Change The Game
Início do conteúdo da página

Competição de desenvolvimento de jogos do Google é disputada só por mulheres 

A Equipe “IFianas", composta por alunas do 2º ano do curso Técnico Integrado em Informática do Câmpus São Paulo, ficou em primeiro lugar no Change The Game, uma maratona 100% online — só para meninas — de desenvolvimento de jogos. A premiação aconteceu na última quinta-feira (2) e foi transmitida pelo YouTube. 

As integrantes da equipe são as estudantes Amanda Maria da Silva, Ana Luisa Oliveira da Silva, Camily Moreira, Ikram Boublaou e Jéssica Sobral. Elas foram premiadas pelo desenvolvimento do jogo "Izzy e Ali", e cada uma delas ganhará um notebook. 

De acordo com Ana Luisa, o jogo se passa num mundo pós-apocalíptico, onde os seres humanos não cuidaram da natureza, e o planeta está destruído. “Nossas duas personagens principais, que são irmãs, decidem entrar numa jornada juntas para criar um robô que possa ajudar a restaurar a humanidade, reunindo informações sobre sobrevivência para planejar uma mudança consistente. Assim, elas passam a encontrar outras pessoas que sobreviveram para poder reunir essas informações, mas no caminho têm que lidar com o medo e o egoísmo”, explicou a jovem desenvolvedora. 

Amanda Silva comentou que a experiência de participar do projeto foi enriquecedora, não apenas pela premiação, mas pela aproximação com as colegas de turma, coisa que havia diminuído por causa do ensino remoto. “Quando soube que a gente ganhou não pude controlar o choro, pois nos esforçamos muito nisso, e ver esse esforço sendo reconhecido é simplesmente incrível. Izzy e Ali tem um pouquinho de cada uma de nós, e essa experiência com certeza vai ficar marcada para sempre na minha vida”, contou. 

Camily Moreira relata que sempre foi apaixonada por jogar e diz que conhecer esse universo novo de criar um jogo foi uma experiência divertida e inspiradora. “Creio que o nosso sucesso nesse projeto dependeu principalmente do nosso incrível espírito de equipe. Sem sacrifício e trabalho duro, nada se consegue, e toda esta equipe é prova disso”, afirmou.  

Para Jéssica Sobral, o principal aprendizado veio da convivência com as colegas de equipe. “Em cinco semanas pude conhecer e me aproximar muito de garotas incríveis, talentosas e que já são muito importantes pra mim. Essa equipe me ensinou tanto; principalmente, pensar fora da caixinha e não ter medo de sonhar acordada”, relatou. 

As estudantes agradeceram o apoio e a torcida que receberam dos familiares, amigos e professores do IFSP, e também elogiaram a equipe do Change The Game. "Essa iniciativa é linda e com certeza faz jus ao nome: mudar o jogo com mais mulheres atuando nos desenvolvimentos de games!"

 No Brasil, mais de 50% dos consumidores de jogos são representados por mulheres. Porém, na hora de criar esses jogos, apenas 20% dos cargos de desenvolvedores são ocupados por elas. A competição Change The Game, promovida pelo Google Play, tem como objetivo incentivar e apoiar a presença feminina na indústria de games. 

No IFSP existem diversos projetos e iniciativas que também incentivam as meninas a adentrar não apenas neste universo, mas nas áreas de exatas como um todo. Um desses projetos é o “Desafios de Programação”, coordenado pelo professor Antonio A. Palladino, que tem por objetivo preparar os alunos para competições de informática como Olimpíada Brasileira de Informática, Maratonas e demais competições.  

As alunas Ana Luisa e Amanda Silva, integrantes da equipe IFianas, participam desse projeto. Elas afirmam que a experiência que adquiriram em outras competições, graças à sua participação no Desafios de Programação, foi essencial para o desempenho que obtiveram no Change The Game. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página